quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Na linha do tempo Anjopoesia

                                                                                 Na linha do tempo

Vejo-me de volta no tempo
Um tempo que vai longe
Num tempo que se plantou
E nada colheu
Um tempo que lágrimas foram derramadas
Mas sorrisos também foram deixados por lá
Tempo de crescimento em que se aprendeu
Mas também fiquei ali sem nada assimilar
Tempo em que gritei, calei sem nada dizer
Aquele tempo onde quis esquecer
Pra não lembrar que um dia voltaria a pensar
Talvez até recordar essas lembranças
Que minha mente de alguma forma
Nelas iria voltar
Hoje nem tenho tempo de voltar naquele tempo
Pra ter um tempo pra pensar
Mas aprendo que de volta naquele tempo
Ainda me resta um tempo que o tempo vai me dar
Pra ter tempo pra acertar....

Anjopoesia

2 comentários:

  1. Minhas saudações da França! Depois de visitar seu blog, eu não poderia deixar sem colocar um comentário.
    Quero parabenizá-lo no seu blog!
    Talvez eu teria a oportunidade de recebê-lo na minha também!
    Meu blog é em francês, mas à direita é o tradutor do Google!
    bom dia
    cordialmente
    Chris
    http://sweetmelody87.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia meu anjo. Seus cartões e poesias são demasiadamente lindos. Parabéns por tão belo trabalho.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...