sexta-feira, 20 de março de 2015

Da minha janela Anjopoesia


Da minha janela


Da minha janela
vejo o tempo
a chuva, o sol, o frio...

Vejo o amanhecer lindo
O som dos pássaros
Um infinito sustenido...

Da minha janela
Vejo as pessoas
Correndo, vivendo, e na pressa
em algum lugar querem chegar...

Da minha janela sou reflexão
e por um momento
não encontro contratempo
pra ver e aprender...


Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...