quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Desejo

Desejo

E como não ter desejo
se ao ver sua boca,
toma conta de mim
uma forte vontade,
de tocar seus lábios
que na sua fragilidade
eu com agilidade
roubo-te um longo beijo...
                  
Anjopoesia



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Sonêto,O poeta O poeta não   precisa mais   que uma folha de papel, não precisa ser a granel... O lápis   ou mesmo ...