Radio Peruíbe Online

Radio Peruíbe Online
Peruíbe FM

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Contra o tempo



Contra o tempo

Esse tempo
existe
é de verdade
Eu não invento
ele passa
leva embora
a graça
da criança
que se descobriu...
da mocidade
que já se foi
deixando
saudades
a memória
 fica fraca
nem se lembra
o que já fez...
No final
o tempo
marca uma vida
que se vai
deixando
por vezes
no memória
de quem ficar
apenas
a lembrança

Anjopoesia

10 comentários:

  1. Minha Querida tudo isso é verdade Mais a sabedoria compensa e o No Amor fica melhor Ainda Um beijo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. Enquanto existir a lembrança na memoria de quem ficar... a pessoa nao se vai... a eternidade é isso... permanecer na lembrança dos que ficam mesmo que o tempo faça o seu trabalho...
    Belo poema...

    ResponderExcluir
  3. Hermoso poema, feliz ano novo!!

    Pasa por mi blog

    Con amor evy

    <3

    ResponderExcluir
  4. E que este NOVO TEMPO possa nos deixar marcas maravilhosas...
    Grande abraço, minha querida!!!

    ResponderExcluir
  5. Amiga Anjopoesia,,
    Tenho visitado seus blogs, que lindo o cabeçalho do seu"Animais criações Divinas".
    Amei a Neguinha, adoro cachorrinhos vira latinhas.
    Você é muito simpática e gentil.
    Seus comentários são muito delicados e amorosos.
    Obrigada por visitar meus blogs,um abraço desejando um FELIZ ANO NOVO.
    Maria da Graça

    ResponderExcluir
  6. O tempo é a coisa que conta na nossa vida, afinal, fazemos parte desta roda viva, e, por ele nascemos, crescemos e morreremos. Beijos amiga e boa semana para ti.

    ResponderExcluir
  7. O tempo é realmente cruel, mas com ele vem a sabedoria e o conhecimento que ninguém pode tirar de vc...linda poesia! Como sempre, vc consegue me comover...bjos de uma fã >.<

    Feliz 2013

    http://pingentesdeilusao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. O tempo nos leva. Por onde devemos ir, nem sempre por onde queremos ir. Lindo poema!

    ResponderExcluir
  9. eNCANTADORES VERSOS A SUA POESIA MEU ANJO. bEIJOS DE CARINHO

    ResponderExcluir
  10. VEJA BEM
    *Robson Leal Pereira

    Enquanto tantos gastam desmedidamente
    Comprando coisas sem importância,
    Há quem não tenha onde morar
    E nem ao menos o que comer.

    Pessoas correm para baixo e para cima
    Orgulhosas de suas vidas vazias
    Querendo mais, sempre mais
    Dinheiro, poder, reconhecimento
    Vivendo num mundo de aparências.

    Tais pessoas vivem angustiadas
    E nem sabem o que é ter paz
    O que é amor, sentir alegria
    Não experimentaram ainda
    O doce sabor da felicidade.

    Há quem não tenha o que vestir
    Há quem não tenha onde morar
    E nem ao menos o que comer;
    Mas são felizes de alma
    Pois têm a maior riqueza que se pode ter:
    Jesus Cristo no coração.

    * Poeta, ator e dramaturgo machadense

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Um rosto de mulher

    Um rosto de mulher  Vejo um rosto de mulher perdido, pintado, batom vermelho numa tela, pela cidade... Com sol ou chuva, ...