segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Esse tempo



Esse tempo...

                                      Olhando o tempo
                                   vejo que estou dentro
                                     o tempo arrebata
                                         a vida mata
                                        em segundos

                                                Numa parcela
                                                    tão pequena
                                                     marca as rugas
                                                     da preocupação
                                                      do sorriso
                                                       da lágrima

                                  Ah esse temp
                                    que não
                                 vê o momento
                                   de passar
                              corre no espaço
                            se fecha no laço
                           sem nem te contar
  
                            um dia qualquer
                                 olho o espelho
                                  não vejo conselho
                                      a imagem é crua
                                          verdade nua
                                            o tempo passou...

                                 Anjopoesia

9 comentários:

  1. Declinavelmente bela a sua poesia meu doce anjo belo. Parabéns e aplausos a sua mais nova criações poéticas. Por essa dedicação ao mundo literário que com certeza logo será reconhecida e aplaudida por muitos. Beijos de carinho. Perot

    ResponderExcluir
  2. Oi querida!
    O tempo urge, a hora não espera, portanto que vivamos com intensidade todos os momentos da nossa vida e, já mais velhos ao olharmos no espelho digamos: essas rugas profundas em nossos rostos são as marcas de uma vida bem vivida, cheia de anseios. Valeu a vida vivida...
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. El tiempo... el único que siempre gana la batalla a todos los seres vivos...

    Preciosa poesía.

    Un beso.

    ResponderExcluir
  4. O tempo desaba em tempo que não pára...Está lindo o seu poema! Você tem esse dom de deixar perfeito quando complementa com as belas fotos. Parabéns!

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  5. Oi poetisa
    Vou te chamar assim porque não descobri seu nome. Linda poesia, o tempo é terrível mesmo, passa muito rápido. Vc mora em Peruíbe? Acho que é a blogueira que mora mais perto da minha casa de toda a blogosfera! Eu moro em Itanhaém, meu filho estudava flauta com uma professora daí antes de estudar em São Paulo.
    Bjos. Fique com Deus.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo o seu blog! Suas poesias tocam nossas almas. Tudo aqui respira paz. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Te ves hermosa poeta, las arrugas mismas son bellas, son marcas de vida, son nuestros gestos, nuestras sonrisas, nuestros recuerdos. Cada edad tiene su propia forma de ser feliz. Un abrazo desde Uruguay amiga, nos leemos.

    ResponderExcluir
  8. Encantada suas composições poéticas meu anjo. Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Pergunte ao seu interior... Anjopoesia

Recolha-se ao seu interior e pense no que pode ser mudado… Anjopoesia