quinta-feira, 12 de julho de 2012

Desiludida anjopoesia (tautocróstico)




Desiludida

Desiludida, deformada, desencantada
Envolvida em edemas evolutivos
Sofri situações supérfluas
Ignorantes idealisando idéias
Lamacentas lambuzando lançando
Unico umbral unhado
Difundindo de dor, demarcando
Idealizando imaginando ilusões
Declamando declarações débeis
Acarretando angustiosa ardência a alma

Anjopoesia

Um comentário:

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...