Radio Peruíbe Online

Radio Peruíbe Online
Peruíbe FM

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Sol...o grande poeta





Sol... O grande poeta...


Sol que nasce todos os dias em qualquer parte, e em qualquer lugar
Dando vida, atingindo o lugar mais obscuro, e seus raios a iluminar
Oh grande sol que traz vida abundante na mais densa escuridão.
Na obscuridade, seus raios explodem e chegam em grande extensão


Poeta dos poetas que rimam seus versos te olhando de uma janela
E trazendo a inspiração os poetas anunciam o amor por uma donzela
Que de papel e caneta em mãos escrevem seu lindo versejar
Mostrando que pra escrever basta apenas se inspirar e então começar


Sol, poeta maior que escreve no chão da natureza a grande poesia
No seu aquecimento explode a vida de flores mostrando sua magia
Aniquilando males, doenças, vermes que do chão nascem
Sua força indomável, inigualável descrito em poemas, nada o detém


Sol dos meus versos, sol que é rima sol que afina
Sol que murcha, que descreve uma tristeza que desafina
Sol que seca, lagos, riachos numa seca que enlouquece
E quando mata cria um mundo de indignação que não se esquece


Sol poeta, sol companheiro,  te poetizo nessa escrita em minha poesia
Palavras enfileiradas te saudando com as mãos pro alto em harmonia
Sol da manhã, sol do meio dia, sol que reluz, sol da tarde
Sua maior glória é sua poesia manifestada sem nenhum alarde.


Anjopoesia

Um comentário:

  1. Ah,sublimamente belo
    este elevado poema,enchem
    as paisagens dos meus olhos e alma
    de um profundo encanto.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Um rosto de mulher

    Um rosto de mulher  Vejo um rosto de mulher perdido, pintado, batom vermelho numa tela, pela cidade... Com sol ou chuva, ...