domingo, 15 de abril de 2012

Peruíbe anjopoesia





Peruíbe

Peruíbe, ah Peruíbe
terra de tantas belezas
maravilhas sem igual
tudo natural

De uma beleza sem fim
Você nem faz idéia
O encontro do rio da juréia
Com a água salgada do mar

Pedras superpostas
De algas, desenhadas
Lindamente pintadas
Em sua superfície tatuadas

Clicando ali e aqui
Onde a candura da natureza
Fazem o retrato de uma beleza
Cujo registro é a sua grandeza

Anjoposia

3 comentários:

  1. bELO POEMA ANJO. POEMA... DE UMA BELEZA SEM FIM... PARABÉNS

    ResponderExcluir
  2. SEguindo de volta

    Obg pela visita

    http://luxury-makeup.blogspot.com/


    Sucesso

    ResponderExcluir
  3. Ah! Que lindo poema e que linda homenagem! Parabéns sempre, amiga!
    Um belíssimo lugar!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...