sexta-feira, 1 de outubro de 2010


DÓI

O QUE DÓI AS VEZES
NÃO É NEM A INGRATIDÃO
E NEM A FALTA DE CONSIDERAÇÃO

O QUE DÓI É A INSENSATEZ
E NÃO PENSAR NO QUE SE FEZ
E ACHAR QUE TUDO FOI CERTO

O QUE DÓI É NÃO RECONHECER
É NÃO LAMENTAR SEU ERRO
E NÃO SE DESCULPAR PELO OCORRIDO

O QUE DÓI É NÃO TER LIMITE
PRA SABER QUANDO DEVE PARAR
PRA QUE NINGUÉM VENHA A SOFRER

ANJOPOESIA

Um comentário:

  1. Olá Marisa!
    Abri as minhas asas e sobrevoei a blogosfera. Vi seu espaço e pousei. Li, reli e gostei. Continuarei a acompanhar a sua poesia cheia de sentimento e onde cada palavra tem acoplada uma imagem. Parabéns.
    Beijo luso

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Pergunte ao seu interior... Anjopoesia

Recolha-se ao seu interior e pense no que pode ser mudado… Anjopoesia