quarta-feira, 8 de setembro de 2010


Meu eterno

Não sei quanto tempo ainda temos
Nem quantos anos nos restam
Mas uma coisa eu sei
Passe o tempo que passar
Exista a distância que existir
Aconteça o que acontecer
Mesmo que partas pra eternidade
Estará sempre presente em meu coração
Com a mesma vida que sempre me dedicou 
Sua lembrança sempre me fará bem
Porque ontem e hoje és a pessoa
Que mais se dedicou a mim
Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...