domingo, 12 de agosto de 2012

Céu, mar, eu e as gaivotas...


Céu,mar, eu e as gaivotas...

A felicidade tomou conta de mim
numa linda tarde de agosto
sentindo a sensibilidade
bater em meu rosto
percebi quão bela
é a Natureza

Vi anjos em forma de aves
nessa linda liberdade de voar
na brancura
a candura a se manifestar
Ali estava eu, o céu,
o mar e as gaivotas

De repente, fiquei surpresa
comiam em minhas mãos
meu coração sorriu
ficou marcado
não vou esquecer
essa linda tarde de agosto

Anjopoesia


2 comentários:

  1. Olá!
    Essa suipresa é simplesmente linda,a pureza e a inocência das aves se fundem. Nos dá um alívio na nossa alma e pela confiança das gaivotas.
    Amei, adorei e já estou a te seguir, espero que possa conhecer o meu cantinho, e que também venha a gostar.
    Tenha um início de semana com muita luz e paz.
    Felicidades.
    http://wwwavivarcel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Um inesquecivel momento que somente um coração tão belo quanto ao seu sabe apreciar. parabéns por tão bela poesia. beijos.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...