sábado, 28 de julho de 2012

Desengano


Desengano

Como dói  a dor de um engano
dói, aperta um coração...
lágrimas molham a face
numa doída emoção

Marcas mostram no rosto
um grande desgosto
do que no engano se perdeu 
e nada aconteceu

Sofremos pelo beijo
Que não foi dado
Ficou guardado
Na mente e no coração...

Dói aquele amor
Que não se libertou
Seguiu outros caminhos
e o desencontro marcou


Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...