quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Poeta


Poeta

Poeta não diz 
Só o que vem na mente
O poeta diz as palavras
Sensíveis de dentro de si

Procura retratar os sentimentos
Mais escondidos de cada um
Aquele sentimento que meche
Por vezes machucando
Outras fazendo feliz

O poeta esceve o que vem
Da sua sensibilidade
Da sua visão interior
De cada momento
Dando a cada palavra
O som do amor

Ah o poeta
Ama,sofre,sente
Todos os sentimentos como
Um furacão que passa dentro de si
Porque cada sentimento compõe o seu dia
E sem explicação transforma tudo numa canção

Cantada,rimada transformando
Cada sílaba,letra em frases
Nascendo assim a poesia
Que nada mais é do que fagulhas 
De luz que saem do interior do poeta

Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Honestidade Anjopoesia

Honestidade Honestidade é um dom, ela não tem idade, abrange  a mocidade, a meia idade... Começa no berço deve-se até faz...