terça-feira, 19 de abril de 2011


Minha alma é sua

Vivo a cantar o amor
Não um amor profano
Nem insano

E sim aquele amor
Vivido e sentido
As vezes chorado

Aquele amor
Que envolve a alma
Que nos deixa no ar

Aquele amor
Que adentra em meu sonho
E me deixa ver você

Aquele amor
Que quando durmo
É em você que penso 
Ao fechar os olhos

E quando acordo
Procuro seu olhar
Dentro de mim
Em meu pensamento

Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Pergunte ao seu interior... Anjopoesia

Recolha-se ao seu interior e pense no que pode ser mudado… Anjopoesia