terça-feira, 22 de junho de 2010

Palavras


Quantas palavras
Ruins podemos evitar
Apenas no calar


Dosar palavras
Devemos sempre
Isso é prudente


Por um instante
Num tempo qualquer
Podemos destruir


Sentimentos
Por palavras ditas
Sem pensar


E quando vier
O arrependimento
O estrago está feito


Porque nem sempre
As palavras dizem
A realidade
De um coração


Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Pergunte ao seu interior... Anjopoesia

Recolha-se ao seu interior e pense no que pode ser mudado… Anjopoesia