quarta-feira, 30 de junho de 2010

Meu ser

Caminhando,andei tanto
Vagando por caminhos
Desconhecidos
Mas sempre entendendo
Que no caminhar
A estrada é longa
Cheia de atribulações
Cheia de escolhas
Onde apenas
Tenho que acertar
E nessa estrada
Só caminho
Sem guerrear
Apenas conjugando 
O verbo amar
Sem procurar magoar
Ou ferir alguém
E com a certeza de que
Se eu fizer alguém sofrer
Não é de reluta conciência
Por onde eu passar
Quero deixar sempre
Um rastro de amor

Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Pergunte ao seu interior... Anjopoesia

Recolha-se ao seu interior e pense no que pode ser mudado… Anjopoesia