terça-feira, 30 de março de 2010

Que saudades que tenho


Que saudades que tenho
De conversar livremente
De poder me soltar
Palavras poder falar


Que saudades que tenho
Daquele dia faceiro
Poder lembrar do meu amor
Falar do carinho sem dor


Ah que saudade que tenho
De um dia que passou
Das lembranças que deixou
Que saudades que tenho


Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...