terça-feira, 26 de janeiro de 2010


Sózinha sem meu amor


Movida pela dor
De um desesperado amor
De amar sem esperanças
Nunca ter sido tocada
E nem tão pouco fui beijada


Hoje me vejo assim
Numa tristeza sem fim
Como é duro amar
Nada poder falar
E nem com ele comentar


Sei que nem olha pra mim
Nem sabe que existo
Quero falar mas não consigo
As palavras não saem e não insisto
Por medo de um não eu desisto


Anjopoesia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...