domingo, 11 de outubro de 2009

Vem





Vem


Vêm, deita aqui comigo
Encosta sua cabeça
Aqui no meu peito
Sinta minha respiração
O pulsar do meu coração

Vem, me beijar
Quero sentir sua saliva
Vem, deixa molhar
Seu corpo com a minha
Quero deslizar em sua pele

Vem, escuta o som do mar
Ele está a nos felicitar
Nesse nosso encontro
Vem, sente o ardor
Desse corpo que quer te amar

Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...