quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Me ama...






Me ama



Em cada verso que escrevo
Lembro de ti meu amor
O calor toma conta de mim
Por ti tenho um desejo sem fim


Sinto seu corpo amado
Enroscar no meu
E num grito desesperado
Sinto ânsia de te amar


Te vejo em nossa cama
Vem penetra em meu querer
Não vês a falta que me faz
Vem me dar seu prazer


Vejo agora você dormindo
Descansado e do amor saciado
Quando acordares quero ver-te
Me desejando e apaixonado


Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Honestidade Anjopoesia

Honestidade Honestidade é um dom, ela não tem idade, abrange  a mocidade, a meia idade... Começa no berço deve-se até faz...