terça-feira, 10 de março de 2009




Calúnia

Quanta tristeza existe numa calúnia
Quantas dores emanam de uma mentira
Infeliz daquele que sofrer consequências
Por não ter feito e nem dito

Sofre por algo que não cometeu
Transfigurando assim sua mente
Que entra em desalinho
Corrói sua alma machucando o ser

Que calúnia tão bem pregada
Que pode mudar um sorriso
Em trisezas tão grandes
Capaz de levar a morte

Calúnia acaba com a gente
E até se provar que não foi isso
Muitas lágrimas rolaram
Muitas mágoas ja ficaram

Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...