domingo, 30 de novembro de 2008


Nunca deixe
Nunca deixe de me olhar
Pois você é a menina
Dos olhos meus
Nunca deixe de me querer
Pois querer como te quero
Nem sei se é mais possível
Nunca deixe de sorrir
Pois desde que te conheci
Não sei mais o que é chorar
Nunca deixe de me encantar
Pois não sei olhar
Pra um canto sem seu encanto
Nunca deixe de me abraçar
Pois é nos seus braços
Que sinto minha vida renovar
Nunca deixe de dizer te amo
Pois viver por seu amor
Única essência da minha vida
Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...