sábado, 11 de outubro de 2008

O mar


O mar

Olho o mar e estremeço
Desde muitos tempos idos
Tendo sempre a mesma beleza
Passe quanto tempo passar
Ele sempre lá vai estar
Servindo de inspiração
Nos mais lindos versos
Nas mais lindas canções
O mesmo mar dos milênios
Que serviu aos navegantes
Sua riqueza explorar
Sua profundeza de rara beleza
Pra quem lá no fundo mergulhar
Criaturas de lindas cores
Tamanhos surpreendentes
Pra quem quiser conhecer
Mergulhe,pra essa beleza ver

Anjopoesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, deixe um comentário que vou interagir assim que ler...Obrigada

Calar-se

Calar-se        Falar por vezes  pode machucar Acaba-se  falando o que não se quer dizer... Falar..   pode não ser aque...